fbpx
Trabalhe Conosco
Imagem Destacada

Análise de Legionella na água: por que fazer?

A Legionella é um gênero de bactérias oportunistas que podem colonizar nas redes prediais de água quente ou fria dos grandes edifícios, como em hotéis, escritórios, centros comerciais, shoppings, hospitais, indústrias, entre outros. Elas são microrganismos que geralmente não têm nenhum efeito sobre pessoas saudáveis, mas que, em pessoas com imunidade baixa, podem provocar infecções e consequentemente doenças, como por exemplo a Doença dos Legionários.

Como a Legionella se estabelece e cresce como parte da microbiota da água potável, elas não correspondem aos indicadores fecais, apresentando um desafio significativo às estratégias de monitoramento comuns. 

No artigo desta semana, vamos falar sobre:

  • quais estabelecimentos precisam realizar análise de Legionella
  • a frequência que devemos realizar as análises e;
  • quais medidas tomar se o resultado apresentar presença de Legionella na água. 

Como saber se meu estabelecimento precisa realizar análises de Legionella na água? 

É recomendado que estabelecimentos que apresentem sistemas de água que gerem a dispersão de água no ambiente em forma de aerosol (umidificadores, nebulizador, lava jato, chuveiros, fontes decorativas entre outros) realizem análises periódicas de água para verificar a presença de Legionella no sistema. 

Principalmente em grandes edificações com sistemas de água complexos, com grandes volumes e pontos de estagnação de água como em hotéis, escritórios, centros comerciais, shoppings, hospitais, indústrias, entre outros deve-se realizar uma Avaliação de Risco de Legionella seguindo a norma ABNT NBR 16824 que estabelece métodos para gerenciamento de risco e práticas para a prevenção de legionelose. 

Para saber mais informações sobre a norma ABNT NBR 16824 acesse aqui.

Quando devem-se realizar análises de água de Legionella

A realização periódica de análises de água ajuda a verificar a presença das células bacterianas de Legionella de vida livre. De maneira geral, recomendamos a elaboração de um cronograma com análises mensais considerando pontos em que a água fica estagnada ou áreas com uso infrequente, bem como a suscetibilidade dos ocupantes aos riscos de exposição. Além disso, é importante que o cronograma englobe o máximo de pontos críticos para serem analisados pelos menos dentro de um semestre.

Vale ressaltar que a frequência das análises de água pode variar com as características do sistema predial e será melhor definido com a Avaliação de Risco de Legionella.

Para saber mais informações sobre Avaliação de Risco ou solicitar um Plano de Amostragem para Legionella, mande um e-mail para microambiental@microambiental.com.br e nossos analistas terão o prazer de ajudá-los. 

O que fazer se o resultado apresentar presença de Legionella na água?

 Imagem mostrando o método de cultura da bactéria Legionella

Quando ocorrer suspeita ou confirmação de um surto associado à Legionella sp. a um sistema de água fria, água quente ou não potável pode-se realizar o procedimento de cloração de choque ou supercloração. Esse procedimento é um tratamento mais imediatista que utiliza uma quantidade muito maior de cloro para eliminar contaminantes orgânicos, microrganismos e cloraminas. 

Para evitar que ocorra a recolonização das bactérias Legionella no sistema após o processo de cloração de choque verifique a regularidade das medidas de controle a seguir: 

  • Verifique se o teor de cloro residual livre na água está maior ou igual a 0,2 mg/L em todos os pontos críticos. Caso a concentração estiver menor, verifique o sistema de cloração ou entre em contato com um especialista para fazer o ajuste do cloro residual livre;
  • Limpe e desinfete banheiras, chuveiros e fontes decorativas que possam ter acumulado biofilmes;
  • Continue realizando periodicamente análises de água para monitorar a qualidade e verificar se as medidas de controle estão funcionando.

A MICROAMBIENTAL POSSUI SERVIÇOS DE ANÁLISES MICROBIOLÓGICAS DE ÁGUA QUE ATENDEM SUAS NECESSIDADES

Para garantir a qualidade e a confiabilidade de seus laudos, a Microambiental investe em tecnologia e inovação tendo acreditação na NBR ISO/IEC 17025 e certificação pelo Programa Elite para análise de Legionella do CDC. Além disso, nossos laudos são disponibilizados no portal online, com fotos do local de coleta e observações de campo que auxiliam nos diagnósticos de não conformidades. Os dados são sincronizados automaticamente, sendo carregados na nuvem, garantindo maior controle e informações mais precisas.





POSTS RELACIONADOS

Precisa de ajuda? Converse Conosco