fbpx
Trabalhe Conosco
Imagem Destacada

Como interpretar seu laudo de potabilidade da água?

A realização de análises de água periódicas ajudam a validar as possíveis oscilações da qualidade da água fornecida pelas concessionárias e também contribuem para monitorar a qualidade da água advinda de poços artesianos.

A leitura e  interpretação dos laudos de potabilidade é essencial para tomada de decisões e, quando necessário, a implementação de medidas corretivas no sistema de água. 

Sabemos que a leitura e interpretação dos laudos de potabilidade da água pode ser complexa, devido à quantidade de informação e à diversidade de parâmetros e Valores Máximos Permitidos (VMPs). 

Pensando nisso, no artigo desta semana vamos falar sobre: 

  • o que é laudo de potabilidade de água;
  • quem pode realizar o laudo de potabilidade; 
  • como interpretar seu laudo de potabilidade da água e; 
  • quais estabelecimentos precisam realizar Análises de Água Potável. 

O que é laudo de potabilidade de água?

O laudo de potabilidade, também chamado Relatório de Análises, é um documento que apresenta se os resultados das análises Microbiológicas (tais como Coliformes Totais e Escherichia coli) e Físico-Químicas (como Cor Aparente, Turbidez e Cloro Livre)  atendem os Limites Permitidos conforme a legislação pertinente.

Quem faz laudo de potabilidade?

As Análises de Água Potável e, consequentemente, o laudo de potabilidade devem ser realizados por laboratórios especializados que apresentarem um programa de qualidade conforme a NBR ISO/IEC 17025 e ser habilitado pelo REBLAS. Também é importante que a empresa siga os procedimentos de análise segundo o Standard Methods for the Examination of Water and Wastewater, publicado pelo AWWA.

Como interpretar seu laudo de potabilidade da água?

Após a amostragem e a realização das análises em nosso laboratório, você receberá um laudo de potabilidade da água entre 7 e 10 dias muito parecido com este:

Abaixo descrevemos e explicamos cada item do laudo de potabilidade:  

  1. Parâmetro: 

Os parâmetros, ou também chamados de análises, são divididos em Análises Físico-químicas e Microbiológicas. 

Por exemplo, no Laudo de Potabilidade acima foi analisado o parâmetro Físico-químicas Cloro Livre. Já os parâmetros Microbiológicos foram analisados os Coliformes totais e a Escherichia coli.

  1. Resultado:

São os resultados verificados no Laboratório de Análises de Água.

Como podemos observar as Análises Microbiológicas tiveram ausência de Coliformes totais e a Escherichia coli. E o teor de Cloro residual 0,9mg/L. 

  1. Limite de Quantificação (LQ):

É a menor quantidade de um composto da amostra que é alvo de análise (analito) que pode ser determinada com precisão e exatidão aceitáveis pelo laboratório. 

  1. Unidade: 

Unidade de Medida de cada parâmetro/análise.

  1. VMP/Legislação:

O VMP é o Valor Máximo Permitido de acordo com alguma legislação ou norma. A legislação nesse caso é a PRC nº5, de 28/09/20217, Anexo XX (alterado pela Portaria GM MS 888, de 04/05/2021), de 04/05/2021. 

Por exemplo, a Portaria 888 o estabelece que o teor de Cloro Livre na água precisa estar entre 0,2mg/L e 5mg/L. Como podemos observar na imagem que exemplifica o laudo, o residual de cloro livre está indicando a concentração de 0,9 mg/L, o que é correspondente às exigências para este parâmetro na legislação de referência.

Vale ressaltar que a Legislação de Referência pode mudar conforme a matriz de água coletada. As matrizes podem ser Água para Consumo Humano, Água Bruta (sem tratamento), Água Purificada, Efluentes entre outras. 

A definição da legislação de referência é muito importante, pois vai estabelecer os parâmetros a serem analisados e os VMPs. 

  1. Referência: 

É a referência para a metodologia analítica utilizada para a análise do parâmetro. No caso, são utilizadas metodologias do Standard Methods, que é uma referência Norte Americana.

  1. Data em que foi realizada a análise do parâmetro.
  1. Especificações: 

Descrição da Legislação ou Norma utilizada para comparar as análises com VMP.

  1. Interpretação: 

A Microambiental no próprio laudo de potabilidade fornece uma avaliação se os resultados das análises correspondem com os VMPs estabelecidos pela Legislação ou Norma.

Além disso, nós temos um Departamento Técnico especializado para auxiliar a sua empresa na interpretação dos resultados das Análises de Água e na resolução de não conformidades nos laudos. 

Quem precisa fazer análise de água?

É recomendado que Empresas Alimentícias, Cozinhas industriais, hospitais, empresas que possuem poço artesiano ou outras fontes de captação subterrânea, ou superficial, realizem periodicamente Análises de Água. 

A MICROAMBIENTAL POSSUI SERVIÇOS DE ANÁLISES MICROBIOLÓGICAS DE ÁGUA MINERAL QUE ATENDEM SUAS NECESSIDADES:

Para garantir a qualidade e a confiabilidade de seus laudos, a Microambiental investe em tecnologia, inovação e segue procedimentos de análise de acordo com o Standard Methods for the Examination of Water and Wastewater, publicado pelo AWWA. Além disso, nós proporcionamos soluções personalizadas e focadas nas necessidades de cada parceiro, assim disponibilizamos os resultados por relatórios com interpretações e medidas corretivas, considerando a legislação pertinente.





POSTS RELACIONADOS

Precisa de ajuda? Converse Conosco