fbpx
Trabalhe Conosco
Imagem Destacada

Como realizar a limpeza de caixas d’água e higienização de reservatórios sem desperdício?

Sabemos que realizar a higienização de caixas d’água e reservatórios semestralmente é fundamental para garantir a saúde e bem-estar das pessoas que consomem a água armazenada, mas, muitas vezes, quando a operação é mal executada, podem ocorrer desperdícios desse recurso tão importante.  

Além disso, o cenário de escassez de água é um problema recorrente. Ainda lembramos fortemente da crise hídrica que assolou o estado de São Paulo em 2014, mais recentemente o estado do  Paraná que registrou uma severa seca e algumas cidades têm passado por um rodízio de água.

Diante disso, no artigo dessa semana vamos falar um pouco sobre a crise hídrica que está ocorrendo no Paraná e como o consumo consciente e a utilização de produtos químicos biodegradáveis ajudam a evitar o desperdício de água no processo de higienização de reservatórios.

As crises hídricas no Brasil: 

O  ano de 2014 foi um ano emblemático para o Brasil por conta de uma forte seca e uma série de erros de planejamento, causando uma crise hídrica que gerou a queda dos níveis dos reservatórios de abastecimento, principalmente na região Sudeste. 

Entretanto, o cenário de escassez de água é um problema recorrente. Em agosto desse ano, o estado do Paraná registrou uma severa seca. Desde o dia 19/11/2020, Curitiba e  a Região Metropolitana tem passado por um rodízio de água para contornar a situação. 

A concessionária de distribuição de água responsável diz que ocorreu a melhora nos índices dos reservatórios, evitando um rodízio mais severo pelos próximos 60 dias, mas os consumidores devem continuar economizando água.

Leia a matéria publicada no site G1 sobre a crise hídrica em Curitiba 

Como evitar o desperdício de água durante o procedimento de limpeza de caixas d’água e higienização de Reservatórios? 

Para que a operação de higienização de reservatórios ocorra de maneira eficaz, estes compartimentos precisam estar vazios. Mas como fazer isso sem desperdiçar a água armazenada? 

Realize o consumo consciente de água para esvaziar seu o seu reservatório ou caixa d’água: 

Antes de fazer a Higienização de Reservatórios ou a Limpeza de Caixas d’água, se planeje, verifique as três últimas contas para ter uma média de consumo mês/dia. 

Desse modo, você terá a quantidade de água a ser gasta por dia. Sabendo a capacidade do reservatório, podemos estimar quantos dias a unidade pode ficar com o registro de entrada fechado. Esse método permite que ocorra o consumo consciente da água e quando a empresa responsável chegar para executar a limpeza o reservatório estará vazio. 

Além disso, quando existirem 2 reservatórios paralelos, deve-se promover o consumo de apenas um dos lados. Após a higienização do primeiro lado, deve-se fazer a transferência de água da célula cheia para a célula vazia já higienizada. É importante ressaltar que para o processo de transferência de água, a empresa responsável pela higienização tenha bombas de sucção de alta capacidade e devem estar devidamente higienizadas. Por último, estas bombas devem ser utilizadas somente para a transferência de água potável, evitando assim contaminações cruzadas.

Procure empresas que usem produtos químicos biodegradáveis: 

A maioria das empresas utiliza o cloro para realizar a limpeza de caixas d’água e a higienização de reservatórios. O grande problema é que o cloro em conjunto a presença de matéria orgânica pode gerar a formação de subprodutos nocivos à saúde e ao meio ambiente, tais como o Trihalometanos. Quando esse cenário ocorre, precisa-se de uma grande quantidade de água para enxágue, o que também contribui para um alto gasto de água no processo. 

Quando utilizamos produtos químicos biodegradáveis não há formação de resíduos pós desinfecção, garantindo a saúde dos consumidores e evitando o descarte de produtos químicos no meio ambiente. Dessa forma, utiliza-se um pequeno volume de água para enxágue. 

Devo adiar a minha limpeza de caixas d’água e higienização de reservatórios semestral por conta da crise hídrica? 

Com o tempo ocorre a deposição e acúmulo de particulados nas paredes e, no fundo dos reservatórios. Caso não removidas periodicamente, esses particulados e incrustações podem alterar a qualidade da água do reservatório e favorecer o desenvolvimento de microrganismos potencialmente patogênicos, e consequentemente, de biofilmes.

 Imagem de um reservatório antes da higienização semestral. 
Imagem do mesmo reservatório após a higienização semestral utilizando a tecnologia da Microambiental. 

Visando a segurança de seus consumidores, clientes e produtos não recomendamos o adiamento da higienização semestral de reservatórios e caixas d’água e sim a aplicação de tecnologias e métodos e evitam o desperdício de água no processo.  

A MICROAMBIENTAL POSSUI TECNOLOGIA EXCLUSIVA PARA LIMPEZA DE CAIXAS D’ÁGUA E HIGIENIZAÇÃO DE RESERVATÓRIOS QUE É LIVRE DE CLORO:

Nossos produtos além de serem biodegradáveis e livres de cloro, não gerando compostos pós-desinfecção, também removem com facilidade as incrustações inorgânicas metálicas e a matriz polimérica extracelular do biofilme. Esse procedimento dispensa o uso do hidrojateamento de alta pressão, esfregões, escovas e buchas, o que torna a operação mais rápida e garante a integridade do revestimento interno do reservatório.





POSTS RELACIONADOS

Precisa de ajuda? Converse Conosco