fbpx
Imagem Destacada

Entenda sobre a tecnologia de desinfecção de ambientes e superfícies contra a Covid-19 que está sendo aplicada no Brasil.

A prefeitura de Niterói, no estado do Rio de Janeiro, adotou a Desinfecção de Ambientes e Superfícies em locais públicos e unidades hospitalares como medida profilática à propagação do novo coronavírus (SARS-CoV-2).  Segundo o noticiário, as operações estão utilizando uma substância à base de amônia quaternária de quinta geração como saneante. 

Neste artigo, vamos entender um pouco mais sobre o que é o quaternário de amônio, sua ação em microrganismos, onde ele pode ser utilizado, além de aprofundar-nos nas diferenças entre desinfetar e esterilizar.

O que são os Quaternários de Amônio?

Os compostos Quaternários de Amônio são agentes tensoativos catiônicos e possuem atividade desinfetante poderosa em bactérias na forma vegetativa, vírus e fungos.

Estrutura básica do quaternário de amônio: 

Estrutura básica do quaternário de amônio. Fonte: Quaternary Ammonium Biocides: Efficacy in Application Charles P. Gerba Applied and Environmental Microbiology Jan 2015
Fonte: Quaternary Ammonium Biocides: Efficacy in Application Charles P. Gerba Applied and Environmental Microbiology Jan 2015

Como podemos ver na estrutura geral acima, esses compostos são carregados positivamente. Sabe-se que seu modo de ação se dá pela atração por materiais carregados ou estruturas que apresentem cargas negativamente carregadas como, por exemplo, as proteínas das membrana de vírus e bactérias.

Os desinfetantes com base em amônia conseguem manter sua atividade em uma ampla faixa de temperatura, mas apresentam melhor desempenho em pH alcalino, não tendo efeito corrosivo sobre superfícies.

Onde os Quaternários de Amônio podem ser utilizados? 

Processo de desinfecção de ambientes e superfícies em  Icaraí -Foto: Carlos Britto/G1 Rio
Processo de desinfecção de ambientes e superfícies em  Icaraí -Foto: Carlos Britto/G1 Rio

Esses saneantes são amplamente utilizados por apresentarem uma baixa toxicidade aos seres humanos. Sua ação biocida é bem específica para organismos-alvo, ou seja, afetam apenas vírus, bactérias e fungos. Desse modo são amplamente utilizados nas indústrias de alimentos e saúde para higienização, desinfecção de ambientes e superfícies.

Como os Quaternários de Amônio inativam o SARS-CoV-2 na desinfecção de ambientes e superfícies? 

Como falamos anteriormente, os Quaternários de Amônio estão classificados no que chamamos de saneantes tensoativos (desengordurantes), causando desnaturação e quebra de complexos lipoproteicos da parede celular, e quebrando rapidamente componentes essenciais de vírus, bactérias e fungos.

IMPORTANTE: O Quaternário de Amônio está presente na lista da Agência de Proteção Ambiental que descreve os desinfetantes que demonstram ser eficazes no combate aos coronavírus.

Qual a diferença de desinfecção e esterilização?

A desinfecção é um processo que elimina todos os microrganismos, com exceção dos endósporos bacterianos. É muito importante não confundir com a esterilização, uma vez que esta não elimina totalmente todas as formas de vida microbiana e, dependendo da finalidade que você está aplicando, pode prejudicar saúde das pessoas. 

Na literatura, os desinfetantes são classificados de acordo com o nível de desinfecção em: 

  • Desinfetante de nível baixo: é capaz de eliminar somente as bactérias na forma vegetativa, fungos e vírus, indicado para a desinfecção de ambientes e superfícies;
  • Desinfetante de nível intermediário: produto que destrói bactérias, vírus e fungos em um período de tempo comprovado.Indicado para artigos não críticos (contato com pele íntegra) e para a desinfecção de superfícies;
  • Desinfetante de alto nível: Destrói os microrganismos em um período de tempo comprovado, exceto uma alta carga de esporos bacterianos. Esses desinfetantes são Indicados para itens semi críticos como lâmina de laringoscópio, equipamento de terapia respiratória, anestesia e endoscópio de fibra ótica flexível.

CURIOSIDADE: O endósporo é uma estrutura de dormência não reprodutiva, produzida por algumas bactérias. Essa estrutura tem como função garantir a sobrevivência da bactéria diante a uma adversidade ambiental (altas temperaturas, ausência de água e nutrientes).

Saneantes derivados de Quaternário de Amônio são esterilizantes?

De maneira geral, os saneantes de Quaternário de Amônios são descritos como desinfetantes de baixo nível, ou seja, não têm capacidade de eliminar os endósporos bacterianos e não são recomendados para a higienização de materiais críticos.

O artigo de revisão “Biocidas de amônio quaternário: eficácia na aplicação” citou que dependendo da formulação do produto os desinfetantes de quartenário de amônio podem ser eficazes contra esporos. A química dos quaternários de amônio é uma área em constante evolução, sempre há o desenvolvimento de novas formulações de no mercado, então é importante ficar atento às especificações de uso dos novos desinfetantes que surgem.

Em vista dessa dinâmica, nós da Microambiental recomendamos sempre averiguar se o saneante utilizado nas operações de desinfecção de ambientes e superfícies é certificado pela ANVISA como forma de segurança.  Além disso, recomendamos que o consumidor pesquise sobre o saneante que vai ser usado durante a operação de desinfecção de ambientes e superfícies para saber sobre sua ação desinfetante. 

A Microambiental gostaria de ressaltar que grandes operações desinfecção de ambientes e superfícies são indicadas para locais difíceis de serem limpos e com um grande fluxo de pessoas como hospitais, shoppings, escolas e áreas públicas. Em residências, o processo de limpeza e sanitização habitual com sabão, água sanitária(cloro) ou álcool 70% é suficiente para remediar a propagação da COVID-19. 

Links para as matérias-fonte deste artigo:

1 – https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/noticia/2020/03/23/prefeitura-de-niteroi-comeca-processo-de-desinfeccao-da-cidade.ghtml

2 – http://periodicos.ses.sp.bvs.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0073-98552010000400006&lng=pt&nrm=isso

3 – https://aem.asm.org/content/81/2/464

4 – https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/39416

5 –http://www.hgb.rj.saude.gov.br/ccih/Todo_Material_2010/ROTINA%20D/rotina_d1_recomendacoes_para_o_uso_de_desinfetantes.pdf

6 – https://consultas.anvisa.gov.br/#/saneantes/produtos/





POSTS RELACIONADOS

Precisa de ajuda? Converse Conosco