fbpx
Trabalhe Conosco
Imagem Destacada

Bomba dosadora ou clorador de pastilha, qual é o mais adequado para desinfectar seu sistema de água?

A manutenção do Cloro, na forma de hipoclorito de sódio, é muito importante por conta da sua ação desinfetante. Hoje, existe um grande número de equipamentos utilizados no processo de cloração da água e para funcionar com a eficácia esperada precisamos entender a  complexidade de cada sistema de água predial e aplicar a tecnologia mais adequada a cada sistema.  

No artigo desta semana, vamos falar da:

  • importância dos sistemas de recloração;
  • como funcionam os sistemas de bombas dosadoras e o clorador de pastilha e;
  • quando aplicar essas tecnologias no seu sistema de água.  

Por que sistemas de cloração ou recloração são importantes?

O cloro é um forte agente oxidante e consegue inativar diversos microorganismos nos sistemas de água, garantindo uma água segura para o consumo humano. Entretanto, por conta da volatilidade do produto em grandes edificações, os pontos mais distantes da rede têm uma perda natural dos teores de cloro residual livre, deixando esses pontos propícios para o desenvolvimento microbiano. 

Além disso, a responsabilidade das concessionárias sobre a qualidade da água termina no cavalete. A partir do cavalete é responsabilidade do estabelecimento realizar o controle e manutenção dos padrões de potabilidade. 

Clique aqui para saber mais sobre padrões de potabilidade da água

Como fazer a cloração da água de sistemas prediais? 

O processo de cloração consiste em adicionar solução de hipoclorito de sódio à água de consumo com o objetivo de gerar o cloro residual livre (na forma de ácido hipocloroso) para inativar os microorganismos patogênicos existentes na água.

Existe um grande número de equipamentos utilizados no processo de cloração da água, dentre eles, destacam-se as bombas dosadoras e o cloradores de pastilha. Ambos funcionam satisfatoriamente dependendo da complexidade de cada sistema de água predial. Abaixo descrevemos o funcionamento desses sistemas de cloração:

Funcionamento do sistema de clorador de pastilha:

O  clorador de pastilha é composto por  conjunto de peças de cano e registros que tem o objetivo de forçar a passagem da água por um depósito de pastilhas de cloro. 

Este conjunto fica colocado no ponto de chegada da água encanada à residência ou local de uso. Ao passar pelo clorador, a água entra em contato com as pastilhas de cloro e, em seguida, vai para um reservatório (caixa d’ água). A partir daí, esta água está própria para o consumo. 

Funcionamento dos sistemas de bombas dosadoras de cloro:  

A água que chega da concessionária é armazenada no reservatório principal, onde é realizada a dosagem de Cloro. A dosagem pode ser feita por meio de programador horário ou diretamente na tubulação onde a bomba dosadora é acionada toda vez que a água for recalcada para um reservatório superior. 

Vale ressaltar que existem alguns sistemas inteligentes de dosagem de cloro que apresentam leitores que medem constantemente  a concentração de cloro livre na água e assim mandam comandos para as bombas iniciarem ou interromperem a dosagem de Cloro, dependendo da necessidade dos sistemas.

Os sistema inteligentes de dosagem de cloro são interessantes em estabelecimentosque sofrem grande oscilações de cloro residual livre no sistema, como na indústria de alimentos  e no setor de saúde (exemplo TMO, abastecimento água purificada, controle de Legionella, piscina de fisioterapia) que precisam do ajuste mais fino dessas concentrações. 

Como saber qual sistema de cloração é mais adequado para meu estabelecimento? 

Para os sistemas de cloração funcionarem com a eficácia esperada precisamos entender a  complexidade de cada sistema de água predial e aplicar a tecnologia mais adequada a cada sistema. Na tabela abaixo resumimos as tecnologias e suas aplicações. 

TecnologiaAplicaçãoMatrizes
Sistema básico com bombas dosadoras
(Hipoclorito de Sódio, Hipoclorito de Cálcio)
Para sistemas com grandes reservações, baixo consumo ou  grandes intervalos sem consumoÁgua para consumo humano (concessionária ou poço), água de reuso, aproveitamento de água de chuva ou lençol freático
Clorador de pastilha
(Tricloro)
Para sistemas com uso contínuo e com intervalos pequenos sem consumoÁgua para consumo humano (concessionária ou poço), água de reuso, aproveitamento de água de chuva ou lençol freático

Cuidados com produtos químicos: 

Nós da Microambiental recomendamos que na hora de contratar um serviço de Cloração averiguar se o produto químico utilizado pela empresa apresenta os seguintes documentos: 

  • Registro na ANVISA para uso como Desinfetante de Água para Consumo Humano; 
  • Ficha de Informação de Segurança para Produtos Químicos (FISQP); 
  • Se os produtos atendem a norma ABNT NBR 15.784:2017 e possuem LARS (Laudo de Atendimento aos Requisitos de Saúde) que comprova o baixo risco à saúde do consumidor pelo uso do produto químico no tratamento de água para consumo humano.

Conheça os nossos sistemas de dosagem automática de cloro:

A Microambiental possui sistemas automatizados de dosagem de cloro que ajudam a evitar contaminações microbiológicas e evitam grandes oscilações nos residuais do biocida. Além disso, o sistema pode apresentar uma Interface Web para configuração de dispositivos e manutenção remota com alerta por e-mail. 





POSTS RELACIONADOS

Precisa de ajuda? Converse Conosco