Como a qualidade da água pode afetar sua saúde?

O controle da qualidade da água é muito mais que uma obrigação legal, é imprescindível para garantir a saúde de consumidores e colaboradores. Amplamente utilizada, e para as mais diversas funções, os requisitos de pureza da água variam de acordo com o tipo de uso em cada setor, seja ele industrial, hospitalar, comercial ou residencial. Mas, independente da sua finalidade, a água de consumo humano é um dos principais veículos de transmissão tanto de patógenos, quanto de diferentes vetores, atingindo rapidamente uma grande quantidade de indivíduos.

Além das tão conhecidas doenças diarreicas (que podem ser causadas por diferentes agentes etiológicos, principalmente bactérias e vírus), há também um cenário pouco abordado: os Microrganismos oportunistas. Estes normalmente não causam danos ao homem, mas podem causar doenças dependendo da resistência do hospedeiro e se há condições favoráveis para seu desenvolvimento e crescimento. Grupos de pessoas como idosos, crianças, gestantes, pessoas que sofrem síndrome de imunodeficiência (AIDS), indivíduos que passaram por transplantes e quimioterapia são os principais afetados por apresentarem o sistema imune debilitado. O maior problema é que essas infecções são de difícil diagnóstico e tratamento por terem sintomas muito gerais e o uso de antibióticos de forma inapropriada pode gerar a resistência microbiana e gerar complicações no quadro dos pacientes.

Além disso, tanto os microrganismos patogênicos quanto os oportunistas têm a capacidade de aderir às superfícies e se multiplicarem, formando pequenos agregados os quais chamamos de biofilme. A formação de biofilmes é um grande problema por ser de difícil remoção. Isto acontece porque suas estruturas são adaptações dos microrganismos para resistirem a ambientes extremos (como por exemplo a falta de nutrientes, alto pH e resistência a biocidas). É muito importante considerar as contaminações causadas por biofilmes, pois estas necessitam de alta tecnologia para seu controle.

OS TRATAMENTOS CONVENCIONAIS COM CLORAÇÃO E HIDROJATEAMENTO NÃO SÃO EFICIENTES PARA A REMOÇÃO DE BIOFILMES!

MAS A ÁGUA DE ABASTECIMENTO NÃO É POTÁVEL?


O município tem a obrigação legal de fornecer água tratada para as residências e, embora muitas vezes ela saia da estação de tratamento em boas condições, passa por caminhos e problemas.

Muitas vezes a água deixa a estação de tratamento em boas condições, mas passa por caminhos e problemas até chegar em nossas torneiras.

Nos reservatórios pode ocorrer a evaporação do cloro, principal biocida dos microrganismos.

Adaptado: Cetesb (https://images.app.goo.gl/hpuzCZDE5GonJXFE7)


As tubulações podem estar:
– Envelhecidas
– Liberando resíduos
– Com rachaduras
– Com a manutenção inadequada

PERMITINDO A CONTAMINAÇÃO DA ÁGUA!

Além disso, a Sabesp só tem responsabilidade sobre a qualidade da água até o cavalete; a partir deste ponto, toda a responsabilidade de potabilidade é local. Quando negligenciamos a limpeza de caixas d’água e higienização de reservatórios podemos ter diversos problemas na potabilidade da água do local.

A IMPORTÂNCIA DA HIGIENIZAÇÃO PERIÓDICA EM RESERVATÓRIOS


Os reservatórios de estabelecimentos de higiene conferem riscos para a qualdidade da água:


– Formação de incrustrações alteram padrões de cores e sabor

– O acúmulo de sedimentos altera padrões de cor e turbidez

– Formação de biofilmes

MAS COMO GARANTIR A QUALIDADE E A SEGURANÇA DA SUA ÁGUA?


A manutenção da qualidade da água é um assunto complexo, sendo que é necessário um conjunto de procedimentos especializados para garantir, de fato, a qualidade da sua água de consumo. Pensando nisso, a Microambiental oferece soluções que se complementam combatendo e controlando contaminações microbiológicas, físico-químicas e a formação de biofilmes garantindo a manutenção da qualidade da água dos nossos clientes.

MANUTENÇÃO DA QUALIDADE DA ÁGUA PRECISA DE UM CONJUNTO DE PROCEDIMENTOS ESPECIALIZADOS


1 – Os Serviços de Análises de Água identificam as contaminações e suas causas

2 – Os Serviços de Higienização combatem as causas dos problemas ao remover os biofilmes e as contaminações nas superfícies dos sistemas de água

3- Os Serviços de Monitoramento controlam os residuais de biocida e eliminam os micro-organismos suspensos por meio de bombas dosadoras

4 – Por último, os Sistemas de Filtração reduzem a quantidade de matéria orgânica e compostos químicos indesejáveis, completando o ciclo e garantindo uma água mais saudável e um sistema mais seguro

USANDO TECNOLOGIA DE PONTA, A MICROAMBIENTAL ELABORA A LIMPEZA DE CAIXAS D’ÁGUA E HIGIENIZAÇÃO DE RESERVATÓRIOS DE FORMA RÁPIDA SEM COMPROMETER O REVESTIMENTO DO SEU RESERVATÓRIO.

Tubulações-Recomendam-se-higienizações-periódicas-ou-na-ocorrência-de-alterações-de-potabilidade. Reservatórios_Caixas d’ água Resolução CVS 5 –Higienizações obrigatórias_ Semestral Na instalaçã Acidentes

Além disso o laboratório da Microambiental apresenta Programa de Qualidade de acordo com a norma NBR ISO/IEC 17025 e é habilitado pela ANVISA para análises de água, oferecendo assim soluções mais eficientes do que as existentes no mercado e assim garantido a segurança da água de nossos clientes.

Copyright 2016 Microambiental | Desenvolvido por Lamattina Marketing Digital